Informações adicionais:
Anacrônica. Esta a é a linha temporal que se segue desde os primórdios para tentar explicar o mistério que envolve a vida e cada evolução dos seres. De acordo com alguns pensadores, baseados em leis ou mesmo ideais mirabolantes de suas mentes magnificamente brilhantes, somos o futuro. O novo nos aguarda. Somente os únicos capaz de adquirirem a força, podem continuar na linha de sobrevivência. Adaptar-se é o termo correto para denominar a morte dos que são deixados para trás por serem considerados "menos evoluídos". A real face deve apenas definir: você está com aqueles que buscam o mesmo ou pretende fazer a diferença mediante ao que realmente és?

SMILE MORGAN, Jude

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

SMILE MORGAN, Jude

Mensagem por Jude S. Morgan em Qua Jul 01, 2015 5:17 pm


Jude

— Nome Completo: Jude Smile Morgan;
— Idade: 19 anos;
— Facção Originária: Erudição;
— Facção Escolhida: Amizade;
— Designição: Cozinheira .
— Índole: Oculta;
História:



Antes da iniciação

A cor azul a incomodava desde pequena. Não por ser uma cor feia, até que era bonita, porém, para Jude, era uma cor que não a definia. Ela não pertencia a Erudição assim como era certo que o planeta é redondo e todos ao seu redor sabiam que ela não devia estar ali. Claro que na maioria das vezes ela agia condizente com sua facção de origem, por amor aos seus pais, mas ser inteligente e comportada sempre? Impossível.

A antipatia pela Erudição começou quando ela tinha apenas 8 anos, quando teve que ir para a cerimônia de escolha da irmã, Linda, a garota prodígio da facção e adorada por todos os garotos que faziam parte dela; o nome fazia jus a sua personalidade. A escolha dela era clara, ela nunca sairia da erudição, se jogava de corpo e alma às condutas e seguia a risca o manifesto. Jude sabia que ela escolheria a Erudição, então nem se preocupou em prestar atenção na cerimônia, pois seus olhos estavam do outro lado do auditório, seus olhos estavam no vermelho e amarelo dos cordiais.

Sem que ninguém olhasse, ou se importasse, ela caminhou até alguns membros da Amizade, que a acolheram com a braços calorosos e olhos preocupados, pois achavam que ela estava perdida.

" Não, eu não quero voltar para lá, gostei daqui", ela fala.

" Não fale isso, garotinha, você pode não entender agora, mas um dia entenderá".

Você pode não entender agora, mas um dia entenderá

Essa frase ficou no subconsciente da garota por muito tempo, assim como a única coisa que a fazia lembrar de sua escolha: uma faixa amarela, quase transparente, que ela usava na cabeça quando não tinha ninguém por perto.

Na iniciação

Jude olhava nervosa para os pais toda vez que lembrava da escolha que ia fazer, mas respirava fundo e tocava sua faixa para lembrar que sua escolha já tinha sido feita, ficando ainda mais clara quando seu teste de aptidão deixou bem claro: "Você tem aptidão para a Amizade". De inicio, a menina ficava com medo de ser taxada como divergente, pois muito tempo vivendo na Erudição a fazia ser uma erudita "fiel", mas no fim ela estava aliviada, não tinha mais outra opção.

Quando subiu ao palanque e viu os cincos potes representando as facções e depois olhou para seus pais sorrindo para ela, seus pais que eram tão sérios, ela soube o que devia fazer. Jude pega a face e corta sua mão levemente, deixando as gotas de sangue molharem a terra, a sua escolha concretizada. Ela via os cordiais sorrindo, festejando, pois sabiam bem mais que ela que essa era a melhor opção. Ela via as lagrimas nos olhos dos pais, mas eram lagrimas de orgulho, pois sempre queriam o melhor para a filha. Ela via a irmã sorrir de lado e acenar brevemente, o máximo que ela podia fazer no momento. Ela via que o seu lugar era onde estava, na Amizade.

Depois da iniciação

Após os 30 dias plantando e colhendo na amizade, não tinha nem passado na cabeça de Jude que ali não era seu lugar, ela tinha certeza disso. Seu desenvolvimento na facção era sempre elogiado, inclusive por aquelas pessoas que tinha-na abraçado na cerimônia de escolha da irmã, James e Clare. Eles eram bem mais velhos, tinham uma filha pequena, Melanie, que adorava brincar com Jude. As duas andavam tanto juntas que pareciam ser irmãs e elas gostavam de se chamar assim, afinal eram "irmãs" de facção.

Em um dia de colheita, Clare chamou a garota para conhecer a cozinha da Amizade. Nossa, Jude ficou maravilhada e, com todo o aprendizado adquirido na Erudição, tudo o que ensinaram para ela, ela aplicava perfeitamente, fazia comidas deliciosas e sem um pingo de desperdício. Logo tornou a culinária sua profissão, passava horas na cozinha se deixassem, mas ela sempre guardava um bom tempo para brincar com Mel e, bem, às vezes ela se aventurava pelas facções sempre que podia. Era perigoso, mas ela não ligava. Ainda mais quando encontrou Cohen.

Jude conheceu o sem-facção em uma de suas aventuras. Ela gostava de ajudar as crianças sem-facção e sempre levava doces que fazia na amizade para elas, e foi em uma dessas visitas secretas que Cohen a avistou. De início, ela ficara preocupada em manter contato com ele, pois ele parecia um mal-caráter, situação que não mudou até então, mas conseguiram "se enturmar" e manter uma amizade até hoje.

 


Características Psicológicas:




Por sempre ter repulsa a sua facção de origem, Jude não gostava de demonstrar sua insatisfação pelo sistema de governo, pois sabia que seria claramente expulsa de sua facção atual se o fizesse. Ela sempre fora uma pessoa alegre e divertida, mas só começou a demonstrar isso quando escolheu a Amizade como futura facção a entrar. Odiava ter que sempre ser séria e em vários momentos da vida queria simplesmente sair de casa e rir, isso mesmo, rir, como na vez que ocorreu uma reunião em sua casa com os instrutores de Linda e a irmã tentou flertar um deles com a pior cantada erudita que se imaginasse e, ainda pior que isso, ter levado um fora dele. Jude, ao ver aquilo, mordia os lábios para não rir e optou por sair de casa, mesmo chovendo, para que pudesse exalar suas risadas.

Ela adorava sair na chuva, brincar com a água. Era uma coisa que não se fazia na Erudição: se divertir. Jude gostava de ler, mas não os livros de números, experimentos, ela gostava de romances de todos os tipos, mas eram difíceis de ser encontrados, então ela fazia o próprio em um caderno, escondida dos pais.

Na Amizade, Jude pôde ser mais o que ela é. As pessoas se abraçavam, brincavam, sorriam umas para as outras, apreciavam as coisas que a natureza dava. E era o que Jude era, uma cordial. Fazia amigos rapidamente, tinha marcas de riso de tanto sorrir e era radiante, pois viam nela o quanto era ela feliz ali e o quanto estava certa que aquela tinha sido a melhor escolha de sua vida.


RED and YELLOW is the new black.



Atributos:

— Persuasão.
— Boa resistência física.
Pertences:


— Caderno de anotações que Jude usa para escrever suas histórias.
— Faixa amarela que Jude usa no cabelo.
— Spray tranquilizante.

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: SMILE MORGAN, Jude

Mensagem por Divergent em Qua Jul 01, 2015 8:51 pm


Seja Bem-Vindo
Ao Divergente;


Incrível é o fato tão marcante aos oito anos de idade se tornar algo motivador em seu futuro. Aventureira, o nome ideal para sua personalidade, porém tenha um pouco mais de cuidado, facções não aceitam bem tais regras, pode acabar se machucando com isso, e machucando outros, algo que os membros da amizade não aceitam muito bem. Em questão a seus relacionamentos, tenha calma, conheça-os melhor, pode saber que há um sem-facção ali, há outra garota no meio, porém, conhece-os suficiente para lhe definir a designação? Pois bem, acho que não, o medo talvez devesse correr nas suas veias, e não compaixão.


Aprovada.
Entities
avatar
Entities

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum