Informações adicionais:
Anacrônica. Esta a é a linha temporal que se segue desde os primórdios para tentar explicar o mistério que envolve a vida e cada evolução dos seres. De acordo com alguns pensadores, baseados em leis ou mesmo ideais mirabolantes de suas mentes magnificamente brilhantes, somos o futuro. O novo nos aguarda. Somente os únicos capaz de adquirirem a força, podem continuar na linha de sobrevivência. Adaptar-se é o termo correto para denominar a morte dos que são deixados para trás por serem considerados "menos evoluídos". A real face deve apenas definir: você está com aqueles que buscam o mesmo ou pretende fazer a diferença mediante ao que realmente és?

A série de livros Divergente e sua adaptação cinematográfica

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

A série de livros Divergente e sua adaptação cinematográfica

Mensagem por Divergent em Dom Jun 21, 2015 2:10 pm


DIVERGENTE
o universo criado por Veronica Roth;



LIVROS

"Beatrice Prior tem 16 anos e está prestes a enfrentar a Cerimônia de Escolha, quando decidirá à qual das cinco facções em que a sociedade é dividida irá passar o resto de seus dias. A opção significa continuar com sua família ou abandoná-la para sempre. Quando o teste de aptidão resulta a divergência, Beatrice se vê forçada a encarar uma realidade para a qual talvez não esteja preparada. Tris, o nome que ela assume quando se junta à Audácia, fará de tudo para sobreviver à sua nova e violenta facção. E no mundo da adolescente, ser divergente não é apenas anormal, é perigoso: em uma sociedade onde todos devem pertencer a um grupo, fugir ao padrão desperta o interesse dos líderes e pode representar uma ameaça ao status quo. Entrar para a Audácia não significa ser Audácia. Todo novato precisa passar pelo processo de iniciação, formado por uma série de testes violentos e potencialmente fatais, dividido em três estágios. Ela também entende que não é tão egoísta e inconsequente como pensava e que o altruísmo e a devoção ainda fazem parte dela. Afinal, Tris é Divergente, o que poderá salvar ou acabar com sua vida.
Guerra agora parece inevitável. Embora os membros da Audácia tenham sido livres do controle mental da Erudição, o conflito entre as facções e sua ideologias está apenas começando. E nessa guerra, lados devem ser escolhidos, segredos vão surgir, e as escolhas se tornarão ainda mais irrevogáveis – e ainda mais poderosas. Transformada por suas próprias decisões, mas também pela dor assombrada, novas descobertas radicais, e uma romance que se aprofundou rapidamente, Tris deve aceitar plenamente sua Divergência, mesmo que ela não saiba o que pode perder se fizer isso.
Uma escolha irá te definir. E se todo o seu mundo fosse uma mentira? E se uma única revelação – assim como uma única escolha – mudasse tudo? E se o amor e a lealdade fizessem você fazer coisas que jamais esperaria? "

FILMES

"Em uma Chicago futurista, onde as pessoas estão divididas em cinco facções com base em suas personalidades, uma adolescente descobre que ela é divergente – uma pessoa que não se encaixa em qualquer uma das facções – e logo descobre segredos em sua sociedade aparentemente perfeita."

MANIFESTOS

OS QUE CULPAVAM O EGOÍSMO GERARAM A ABNEGAÇÃO;

"Eu serei minha perdição se me tornar minha obsessão. Eu esquecerei aqueles que amo se não os servir. Eu guerrearei com os outros se me recusar a vê-los. Portanto, escolho me afastar de minha reflexão. Para não confiar em mim mesmo e sim em meus irmãos e irmãs, Para projetar sempre para os outros, Até eu desaparecer."

OS QUE CULPAVAM A AGRESSIVIDADE FORMARAM A AMIZADE;

Confiança
Um filho diz à mãe: "Mãe, hoje eu briguei com meu amigo."
Sua mãe pergunta: "Por que você brigou com seu amigo?"
"Porque ele queria algo de mim, e eu não o daria."
"Por que você não o deu?"
"Porque era meu."
"Meu filho, agora você tem suas coisas, mas não tem seu amigo. Qual você prefere ter?"
"Meu amigo."
"Então dê a ele livremente o que ele precisa, confiando que ele fará o mesmo."
Auto-suficiência
Uma filha diz ao pai:
"Pai, hoje briguei com minha amiga."
Seu pai pergunta: "Por que você brigou com sua amiga?"
"Porque ela me insultou e eu fiquei brava."
"Por que você ficou brava?"
"Porque suas palavras me machucaram."
"Minha filha, as palavras de sua amiga mudam quem você é?"
"Não."
"Então não fique nervosa. As opiniões dos outros não podem lhe ferir."
Perdão
Um marido diz à esposa: "Esposa, hoje briguei com meu inimigo.'
Sua esposa pergunta: "Por que você brigou com seu inimigo?"
"Porque eu o odeio."
“Meu marido, por que você o odeia?”
"Porque ele errou comigo."
“O erro é passado. Você deve deixá-lo para trás.”
Gentileza
Uma esposa diz ao marido:
"Marido, hoje briguei com minha inimiga."
Seu marido diz: "Por que você brigou com sua inimiga?"
"Porque eu disse palavras cruéis a ela."
"Minha esposa, por que você disse palavras cruéis a ela?"
"Porque eu acreditei serem verdade."
"Então você provavelmente tem pensamentos cruéis. Pensamentos cruéis levam a palavras cruéis, e machucam a você tanto quanto seu alvo."
Envolvimento
Um amigo diz ao outro:
"Amigo, hoje briguei com meus inimigos."
O outro amigo diz: "Por que você brigou com seus inimigos?"
"Porque eles iam ferir você."
"Amigo, por que você me defendeu?"
"Porque eu te amo."
"Então sou grato."

OS QUE CULPAVAM A DUPLICIDADE FUNDARAM A FRANQUEZA;

"A desonestidade é desnecessária. A desonestidade é temporária. A desonestidade faz o mal ser possível.
Como as coisas são agora, mentiras impregnam a sociedade, famílias, e até a vida interna do indivíduo. Um grupo mente para outro grupo, pais mentem para as crianças, crianças mentem para os pais, amigos mentem para amigos, indivíduos mentem para si mesmos. Desonestidade se tornou algo integral ao modo que nos relacionamos e nós raramente nos encontramos em relacionamentos autênticos com outros. Nossos segredos sombrios permanecem escondidos. Mesmo que sejam nossos segredos sombrios que causem conflitos. Quando somos desonestos com as pessoas ao nosso redor, começamos a nos odiar por mentir; quando somos desonestos com nós mesmos, nós nunca mais seremos capazes de corrigir os defeitos que encontramos dentro de nós, os defeitos que desesperadamente escondemos de nossos amados, os defeitos que nos fazem mentir.
O que se tornou claro, é que as mentiras são apenas uma solução temporária para problemas permanentes. Mentir para poupar os sentimentos de outra pessoa, mesmo quando a verdade pudesse ajuda-la a melhorar, a prejudica permanentemente. Mentir para proteger a si mesmo dura apenas até a verdade aparecer. Como um animal selvagem, a verdade é poderosa demais para ser mantida aprisionada. Esses são exemplos que claramente vemos em nossas vidas, mesmo que falhemos em entender que eles não apenas se aplicam a nós e nossos vizinhos, ou nós e nossos amigos.
O que é a sociedade a não ser uma rede de relações de um indivíduo para com o outro? E o que é conflito, que não o segredo sombrio de uma pessoa colidindo com o de outra? Desonestidade é um véu que repele uma pessoa da outra. Desonestidade permite que o mal persista, escondida daqueles que lutariam contra ela.
Desonestidade leva à suspeita. Suspeita leva ao conflito. Honestidade leva à paz.
Nós temos uma visão de um mundo honesto. Nesse mundo, pais não mentem para suas crianças, e crianças não mentem para seus pais; amigos não mentem para outros; cônjuges não mentem um para outro. Quando nos perguntam sobre nossas opiniões somos livres a responder sem considerar outras respostas. Quando entramos numa conversa, não temos que analisar suas intenções, por que elas são transparentes. Não temos suspeita, e ninguém suspeita de nós. E mais que tudo – sim, mais que tudo – nós somos livres para expor nossos segredos sombrios por que sabemos os segredos de nossos vizinhos, de nossos amigos, de nossos cônjuges, de nossas crianças, de nossos pais, e de nossos inimigos.
Nós sabemos que enquanto somos falhos de uma forma única, não somos únicos, especiais porque somos falhos. Portanto, podemos ser autênticos. Não temos suspeitas. Estamos em paz com aqueles ao nosso redor.
A Verdade nos faz transparentes. A Verdade nos torna fortes. A Verdade nos une.
Criaremos nossas crianças para dizerem a verdade. Faremos isso encorajando elas a dizer o que se passa em suas mentes, a todo o momento. Para as crianças, palavras não ditas é o mesmo que mentir.
Seremos honestos com nossas crianças mesmo que isso envolva o sentimento delas. A única razão por qual as pessoas não suportam a honestidade atualmente é porque elas não foram criadas ouvindo as verdades sobre si mesmas, e não suportam essa ideia. Se as crianças forem criadas para ouvir tanto elogios quanto críticas verdadeiras, elas não serão frágeis a se esconder do exame de seus iguais. Uma vida de verdade nos torna fortes.
A vida adulta será definida como um tempo em que cada membro da sociedade será capaz de lidar com os piores segredos uns dos outros, e como qualquer outra pessoa, cada membro será submetido à Revelação Completa, em que cada parte de sua vida será exposta aos seus companheiros. Eles, também, verão cada segredo da vida dos outros membros. Dessa forma lidaremos com os segredos uns dos outros. Dessa forma seremos unidos."

OS QUE CULPAVAM A IGNORÂNCIA SE TORNARAM A ERUDIÇÃO;

"Nos submetemos às seguintes afirmações como verdades:

Ignorância é definida não como estúpida, mas como falta de conhecimento.
Falta de conhecimento inevitavelmente leva à falta de entendimento.
Falta de entendimento leva à desconexão junto a pessoas com diferenças.
Desconexão junto a pessoas com diferenças leva ao conflito.
Conhecimento é a única solução lógica para o conflito.
Portanto, nós propomos que, em ordem de eliminar o conflito, devemos eliminar a desconexão junto as diferenças corrigindo a falta de entendimento que cresce da ignorância do conhecimento. As áreas que as pessoas devem ser educadas são:

SOCIOLOGIA
Assim o indivíduo entende a função de uma sociedade larga.
PSICOLOGIA
Assim o indivíduo entende a função de uma pessoa dentro da sociedade.
MATEMÁTICA
Assim o indivíduo está preparado para o estudo futuro em ciência, engenharia, medicina e tecnologia.
CIÊNCIA
Assim o indivíduo entende melhor como o mundo opera.
Assim o estudo do indivíduo em outras áreas é complementado.
Assim o máximo de indivíduos possível estão preparados para entrar nos campos devotados em inovação e progresso.
COMUNICAÇÃO
Assim o indivíduo sabe como falar e escrever com clareza e eficiência.
HISTÓRIA
Assim o indivíduo entende os erros e sucessos que nos levaram a este ponto.
Assim o indivíduo aprende a repetir esses sucessos e evitar esses erros.
ANEXO- LÍDER: Líderes não devem ser escolhidos baseado no carisma, popularidade, ou facilidade de comunicação, tudo que é enganoso e tem pouco a ver com a eficiência de um líder político.
Um padrão objetivo deve ser usado a fim de determinar quem melhor se qualifica à função. Esse padrão consistirá em um teste de inteligência, administrado a todos os adultos quando o líder atual atingir 55 anos ou começar a apresentar uma demonstrável queda em sua liderança.
Aqueles que, após rigorosos estudos, não atingirem um mínimo de inteligência requerida serão exilados da facção, para que possam se tornar úteis em outro lugar. Esse não é um ato de elitismo, mas sim um ato prático: Aqueles que não forem suficientemente inteligentes para se engajarem nos papéis a que foram designados – papéis que exigem uma capacidade mental considerável – serão mais bem aproveitados em trabalhos braçais, que em trabalhos para a facção. O trabalho braçal é importante para a sobrevivência da sociedade, portanto, é tão importante quanto o trabalho para a facção."

OS QUE CULPAVAM A COVARDIA SE JUNTARAM À AUDÁCIA;

"Nós acreditamos que a covardia é a culpada pelas injustiças no mundo. Nós acreditamos que a paz é duramente conquistada, que às vezes é necessário lutar pela paz. Mas mais que isso:

Nós acreditamos que a justiça é mais importante que a paz;
Nós acreditamos na liberdade do medo, e que negá-lo tem poder em nossas decisões;
Nós acreditamos nos atos simples de bravura, na coragem que leva uma pessoa a se levantar em defesa da outra;
Nós acreditamos na admissão do medo e sua capacidade de nos reger;
Nós acreditamos que devemos encarar nossos medos, não importando os custos para nosso conforto, felicidade e até mesmo sanidade;
Nós acreditamos em gritar por aqueles que só podem sussurrar, em defender aqueles que não podem fazê-lo eles mesmos;
Nós acreditamos não apenas em palavras ousadas, mas também em ações ousadas à altura;
Nós acreditamos que a dor e o medo são melhores que a covardia e a inatividade, porque acreditamos na ação;
Nós não acreditamos em viver confortavelmente;
Nós não acreditamos que o silêncio é útil;
Nós não acreditamos em boas maneiras;
Nós não acreditamos em cabeças, bocas ou mãos vazias;
Nós não acreditamos que aprender a dominar a violência encoraje violência desnecessária;
Nós não acreditamos que devemos ter permissão para ficar de braços cruzados;
Nós não acreditamos que qualquer outra virtude é mais importante que a bravura."


A CHOICE CAN CHANGE
Entities
avatar
Entities

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum